top of page
  • Foto do escritorJonas Silva

Três Picos de Itatiaia, Rio de Janeiro

O Cume dos Três Picos de Itatiaia é uma das grandes atrações do Parque Nacional de Itatiaia (PNI). O cume é composto por três picos de montanhas, Pico do Meio, Pico Maior e o Pico Menor.

Os picos são facilmente confundidos com outra montanha homônima também no estado Rio de Janeiro. Aquela tem um parque dedicado enquanto essa está na área do primeiro parque brasileiro. O cume dos Três Picos passa desapercebido, também, porque dentro do mesmo parque estão dois dos mais emblemáticos cumes brasileiros, o Agulhas Negras e o Prateleiras.

Vista para um conjunto de montanhas em dia ensolarado. Vista para o vale das montanhas no Rio de Janeiro, com a Pedra Selada icônica vista a partir do cume dos Três Picos no Parque Nacional de Itatiaia.
Vista para a Pedra Selada a partir do cume dos Três Picos

Esse conjunto de montanhas tem a vantagem de estarem na parte baixa do PNI e permitirem uma bela vista dos cumes das duas celebridades do parque - Agulhas Negras e o Prateleira, e também dos cumes do Maromba, Gigante e Ovos de Galinha. Além do mais, pode-se ver a cidade de Itatiaia e também a estrutura abandonada do Hotel Simon. Este luxuoso empreendimento agora está em ruínas, mas já foi um dos destinos mais desejados do país. Hospedaram-se aqui celebridades e governantes de importantes países do cenário mundial.

Do outro lado do Vale do Maromba vemos o charmoso chalé no abrigo Água Branca. Nas encostas dos Três Picos está uma densa floresta Atlântica repleta de árvores, aves e animais exuberantes.


A Trilha para os Três Picos

A trilha tem início dentro do Parque Nacional de Itatiaia, mais precisamente na parte baixo do parque, que está no município de Itatiaia. O marco zero da trilha é o Hotel Simon, seguindo por trás das piscinas abandonadas logo encontra a plaquinha indicando a trilha.

Ave típica da Mata Atlântica brasileira, tangará-dançarino, de plumagem azulada e topete vermelho fotografada na trilha dos Três Picos, no Parque Nacional de Itatiaia no Rio de Janeiro.
Tangará dançarino na trilha dos Três Picos

Quase totalmente em meio a mata, o caminho passa por diferentes extratos da vegetação. Desde vegetação de encosta como cipós e touceiras até palmiteiros e grandes árvores. A vegetação hoje é farta mas já foi toda destruída no passado. Graças a um projeto de restauração, sementes foram jogadas e com o fechamento da área do parque a natureza se regenerou.

Outro espetáculo na trilha são as aves. Certamente o observador atento avistará tietingas, tiribas, beija-flores, tangará-dançarino, entre outras espécies, inclusive a araponga. Não é atoa que é uma das mais cobiçadas trilhas pelos observadores de aves.


Navegação na trilha dos Três Picos

A trilha é bem sinalizada e como está em meio a mata é difícil se perder. Entretanto é recomendado estar acompanhado de uma pessoa com experiência em trilha e preferencialmente o porte de um GPS, já que em alguns pontos a mata é menos densa e, também, porque a trilha tem uma bifurcação que leva ao cume do Gigante. Essa bifurcação é marcada com uma placa, mas em se tratando de placa pode ocorrer de ela ter sido removida. No mais, não há grandes confusões, a trilha é a mesma na subida e na descida.


Exigência física da trilha dos Três Picos

Consideramos a trilha de nível físico moderado. A pesar do ganho de altitude não ser emblemático, quase 700 m, a trilha ascende lentamente, porém, de forma constante. Ao todo são quase 5 km cada perna, ou seja, 10 km total. Somente dois trechos tem inclinação maior que 45º, cerca de 400 m antes da bifurcação do Gigante e os 400 m finais.


Exigência técnica da trilha dos Três Picos

Essa trilha exige um conhecimento técnico moderado. Ainda que a navegação seja fácil, o ambiente úmido da mata e a diversidade do piso (raízes, torrões, pedras lisas) e amontoado de pedra que existe em um trecho exigem alguma experiência na trilha.

Questões como o consumo de água, e forma de locomoção diante dos obstáculos podem ser um divisor de água entre terminar ou não a trilha. Caso anoiteça na trilha, o conhecimento necessário passa a ser de um nativo pois os trechos de rochas podem facilmente engolir uma pessoa em suas fendas.


Vídeo da subida ao cume dos Três Picos

Você pode ver como foi a nossa ascensão ao cume dos Três Picos no vídeo abaixo.


270 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page